terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

Nem tudo é para sempre.


Àz vezes estamos sentados no banco do ônibus, no ponto de ônibus, no carro etc, escutando uma música que te faz lembrar de momentos felizes da sua vida. Aí olhamos para o céu ensolarado e pensamos que somos únicos no universo, não imaginamos vida em outro lugar, mesmo que queiramos, é como se nossa mente fosse limitada e não conseguisse.Também não conseguimos pensar que o chão sob nossos pés faz parte desse planeta. Quando ouvimos falar "o planeta Terra" não pensamos realmente que é o planeta em que estamos incluidos, e que um dia ele vai acabar, para nós é como se fossemos eternos, que o Planeta não vai ter um fim e que esse papo de que há vida em outros planetas não pode ser verdade. Por sermos tão individualistas e pensarmos apenas nas nossas vidas, no nosso próprio bem- estar e no dos nossos próximos, a gente se esquece de que o planeta também precisa ter um bem- estar e que precisamos estar em equilíbrio com ele, mas pensamos tanto em nós mesmos que consumimos a Terra todo dia sem dar descando, e achamos que somos exclusivos.É complicado pensar que mesmo o mundo sendo vasto fazemos parte de um planeta tão pequeno e que somos insignificantes perto de uma estrela, de um outro planeta, e que há bilhões e bilhões de outras galáxias com bilhões de estrelas e que é capaz de que cada estrela dessa tenha seus planetas e que neles haja vida.
Temos que deixar nossa mesquinharia de lado , e começar a dar um sentido melhor para o futuro de nosso planeta, pois pela Hipótese Gaia nosso planeta é como um ser vivo, com veias e vasos e tudo mais e, no meu ponto de vista , somos os parasitas por nao tentarmos ajudá-lo pela pura ganância do " querer mais".

Beeijos :D

3 comentários:

  1. q bom q sou ao contrario de tudo isso ,quem realmente me conhece sabe... *.*

    ResponderExcluir
  2. tem coisa que eu que ensinei *.* vejo que valeu a pena =D

    ResponderExcluir
  3. é sim amor , valeu muito a pena!

    ResponderExcluir

 
Free Hit Counter